Em edição comemorativa do best-seller Pai de menina, Marcos Mion reflete sobre as bases de conexão e respeito que construiu nos primeiros 10 anos da filha 

por Luciana Biano

Com conteúdos inéditos, a obra apresenta os caminhos que ele trilhou para o desenvolvimento do vínculo que tem com Donatella e traz considerações sobre a jornada da paternidade, do nascimento até a pré-adolescência.  

“Consigo ver a base do que plantei nos dez primeiros anos de sua vida, na primeira infância, em tudo. Mas o fruto que a árvore deu tem vida própria e eu, quando estava arando a terra, não tinha ideia de como ele seria. E agora, apesar de a semente ser a mesma, esse fruto desabrochado é totalmente diferente, único.” 

A Editora Planeta lança pelo selo Academia nova edição de Pai de menina, de Marcos Mion, com material inédito e atualizado. A obra best-seller, lançada originalmente em 2018, retorna às livrarias repaginada para ultrapassar a marca de 100 mil exemplares vendidos. A edição apresenta conteúdo completo e aprofundado sobre práticas de educação com o intuito de desenvolver vínculos emocionais fortes e saudáveis entre pais e filhas. O livro que chega no mês dos pais às lojas traz novos textos de prefácio e conclusão, nos quais o autor reflete sobre sua trajetória de pai ao longo da primeira infância da filha Donatella, bem como os frutos colhidos e os novos desafios enfrentados, agora que ela inicia a adolescência. “Em relação à paternidade, essa percepção é primordial. Estou aprendendo a paternidade de adolescente neste momento e a maior mudança — ou melhor, o maior choque e ao qual tenho de me adaptar — é não poder me segurar ao passado, ao lugar que eu tinha na vida da Doninha ou a como era nossa relação”, Mion conta no prefácio. A edição apresenta também cartas abertas trocadas entre o pai e a filha. Feita especialmente para este lançamento, a nova capa teve a palavra final — com direito a argumentação bem fundamentada – da própria Doninha.

Compartilhando detalhes de sua vida, o autor constrói um guia para a irmandade dos pais de menina, ajudando outros homens a criar suas filhas com mais respeito, carinho e atenção, de forma a transformar a infância em um período de boas lembranças e com bases para uma vida repleta de relacionamentos saudáveis.

Também pai de dois meninos, Romeo e Stefano, e marido de Suzana Gullo, o apresentador conta no livro que reserva parte de sua rotina para cada um dos membros de sua família, além de se dedicar a programas exclusivos, respeitando assim suas particularidades e gostos. Com Doninha, Mion sempre teve o costume de fazer passeios e, durante esses momentos, faz questão de elogiar, andar de mãos dadas e dar toda a atenção possível. “Assim, quando crescer, ela terá essa referência para não aceitar nada além de respeito, amor e dedicação.” No livro, ele enfatiza a importância de ter a filha ao lado em todos os momentos possíveis, seja para ir comprar pão, levar o cachorro para passear ou sentar ao seu lado enquanto estuda. “Deixe‑a próxima de você. Crie esse costume, pois, quando ela precisar e você estiver ao lado dela sem saber o que dizer, mesmo que em silêncio, a conexão vai existir e, eventualmente, as palavras dela sairão”, aconselha.

Além do relato e das dicas para os demais pais de meninas se aproximarem de suas filhas, o livro traz alguns textos para serem lidos juntos, proporcionando mais um momento de vínculo. Marcos Mion tornou-se uma das personalidades públicas com papel de referência em paternidade ao dividir nas redes sociais, em entrevistas e ao se engajar em causas relacionadas a este universo. No livro Pai de menina, os leitores poderão acompanhar ainda mais de perto alguns dos caminhos que ele trilhou (e aprovou) para construir a melhor paternidade possível para honrar essa missão.

SOBRE O AUTOR 

Marcos Mion percebeu que seu jeito de ser pai gerava curiosidade e admiração. O que fazia intuitivamente e com intensa dedicação, que é sua marca pessoal em tudo que faz, se repetiu a cada novo integrante da “Creche Mionzera”: Romeo, Donatella e Stefano. Mas foi no exercício da paternidade da filha que uma relação rara e inspiradora se moldou, tanto na tarefa de educar uma garota como também na construção do amar. E quando o papel de pai permite (#prioridades), Mion é apresentador de TV, ator, comunicador, fisiculturista, empresário e escritor. Desde setembro de 2021, comanda os sábados da TV Globo, à frente do Caldeirão com Mion. Sua maneira positiva, profunda e esperançosa de ver e conduzir a vida — a sua e a de sua família — é acompanhada diariamente pelos mais de 45 milhões de

seguidores de seus perfis nas principais redes sociais. Tamanho alcance fez com que, segundo institutos de pesquisa, Mion tenha conquistado o posto de Celebridade Mais Influente do Brasil em 2022.

SOBRE O SELO ACADEMIA

Os títulos do selo buscam promover o bem-estar e desenvolvimento pessoal, contemplando temas ligados a corpo, mente e alma. Fundado por Augusto Cury em 2000, o selo Academia foi incorporado pela Planeta em 2007 e já conta com 173 livros publicados, uma média de 29 títulos lançados por ano e autores como Monja Coen, Tiago Brunet, Augusto Cury, William H. McRaven, Pablo d’Ors, Rafa Brites, Rossandro Klinjey, Mariana Rios, Chico Xavier, Vera Lúcia Marinzeck, Flávia Melissa e Marcos Mion no catálogo. Com o objetivo de promover uma jornada de autoconhecimento, o selo engloba seis linhas editoriais: motivacional/inspiracional, espiritualidade/religião, saúde, desenvolvimento pessoal.

FICHA TÉCNICA

Título: Pai de menina

Autor: Marcos Mion

Páginas: 240

Preço: R$ 66,90

Formato: 16 X 23

Editora Planeta | Selo Academia

POR: Editora Planeta
 

Related Posts

Deixe um comentário

* Ao usar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.