Grandes lançamentos e novidades exclusivas surpreenderam o público que marcou presença na abertura da décima edição do evento

O maior festival de cultura pop do planeta começou hoje, recebendo a rainha dos baixinhos, Xuxa Meneghel, grande homenageada da edição, no Palco Thunder by Claro tv+. O espaço também foi cenário do anúncio do novo projeto de Bruce Dickinson e da première mundial do trailer de “Furiosa: Uma Saga Mad Max”. No Palco Ultra, quadrinhos e cinema nacional estiveram em pauta. Já a Game Arena empolgou os fãs de eSports com a final de  Mortal Kombat 1. No Palco Omelete by BB, grandes nomes da música, dos quadrinhos e do cinema conversam com e interagem com o público no local. 

Mari Palma e Marcelo Forlani subiram ao  Palco Thunder by Claro tv+ pela primeira vez nesta quinta-feira. Para abrir a programação do local, os apresentadores receberam Xuxa, a homenageada nesta décima edição do festival, em uma conversa sobre o legado, as causas e projetos sociais apoiados por ela. A organização também preparou uma surpresa. Um time de Paquitas representando a diversidade de pessoas recebeu a bênção da artista. Em outro momento, a clássica brincadeira da dança das cadeiras, narrada pela própria apresentadora, mostrou que a CCXP23 está repleta de eternos baixinhos. Antes de se despedir, ela tranquilizou os fãs ao dizer que ainda não pensa em parar com os shows e produções, anunciando que tem planos para fazer uma nova turnê musical. 

Uma das maiores surpresas do dia foi o anúncio de Bruce Dickinson. O líder do Iron Maiden contou sobre seu projeto solo, “The Mandrake Project”. O trabalho multimídia e inédito envolve quadrinhos, música e uma turnê mundial que passará por cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, entre outras. A obra completa terá 12 capítulos que devem ser lançados ao longo do próximo ano. O primeiro deles,  “Afterglow of Ragnarok”, será publicado no início de 2024. A participação do artista ainda contou com uma performance a capella do clássico “Revelations”, do álbum Piece of Mind (1983). 

Outro painel esperado pelo público reuniu Anya Taylor-Joy, Chris Hemsworth e o cineasta George Miller. Conduzido pela influenciadora Aline Diniz, os astros falaram sobre as filmagens de “Furiosa: Uma Saga Mad Max”. Na première mundial do trailer do filme, o público pôde conferir cenas exclusivas do longa. 

Depois de interpretar o Thor por 10 anos, Hemsworth disse que se divertiu muito ao fazer um vilão: “Há menos limites e mais espaço para experimentar”. Anya Taylor-Joy, por sua vez, contou que George teve a preocupação o quão confortável ela estava par as cenas de ação, e que ela estava super a fim.

Anúncios do cinema nacional e a rainha (má) Lana Parrilla 

O Palco Thunder by Claro tv+ recebeu elenco e roteiristas do longa “Ritmo de Natal”, produzido pelo Núcleo de Filmes dos Estúdios Globo. A comédia romântica, estrelada por Clara Moneke e Isacque Lopes, traz uma  perspectiva tipicamente brasileira das celebrações de final de ano. Já a Paris Filmes apresentou trailers de seus futuros lançamentos, com destaque para produções nacionais, como “Minha irmã e Eu”, “Bandida a Número um da Rocinha” e “Homem com H”. 

Em seguida, foi a vez de uma das artistas mais queridas dos fãs da CCXP subir ao palco. Lana Parrilla fez jus a sua presença com uma entrada majestosa, sendo recebida aos prantos por uma plateia lotada. Mari Palma e Gio Pagano conduziram o papo com a atriz, que falou sobre seus projetos em andamento e carreira. A interação com o público ficou por conta de Quizz sobre a vida da eterna Rainha Má.

Quadrinhos e audiovisual brasileiro em alta no Palco Ultra 

No Palco Ultra, a primeira atração foi um bate-papo com o tema “Quadrinhos versus literatura: A guerra declarada de gêneros”. Para Lourenço Mutarelli e Ferrez, convidados do painel, os suportes são diferentes, mas não existe uma competição. Enquanto os quadrinhos dependem do leitor para encontrar o tempo e movimento, na literatura o autor é capaz de transmitir o mundo que idealizou, trazendo uma narrativa em tempos diferentes submergindo na obra. 

Além de muito papo sobre quadrinhos, o espaço recebeu conteúdo sobre superproduções do cinema nacional. Na primeira parte do painel, os convidados, Joana Henning e Marcus Baldin, contaram sobre a produção, desenvolvimento e bastidores das gravações de “O sequestro do Voo 375”, que representa um pedaço da história brasileira. Já na segunda metade, os heróis de OVERMAN – longa inspirado nas tirinhas de Laerte – surgiram no palco arrancando boas risadas do público. A conversa contou com Iafa Britz, Karina Ramil, Caio Riscado, Caco Ciocler, Marina Provenzzano, Maria Lucas, Victor Lamoglia e  Saulo Arcoverde.  

Os criadores da série “Impuros”, Tomás Portella e René Sampaio, estiveram no Palco Ultra. Junto a eles, os artistas Lorena Comparato, Rui Ricardo Dias e Leandro Firmino falaram sobre seus personagens na série exclusiva do Star +. Já a Disney + levou o público à loucura com o elenco de “A magia de Aruna”. As atrizes Erika Januza, Cleo Pires e Giovanna Ewbank bateram um papo sobre suas personagens e revelaram uma identificação única. 

Campeonato de Mortal Kombat 1 agita fãs na Game Arena 

A Game Arena proporcionou disputas emocionantes nesta quinta-feira. Entre elas, as finais Proleague do Campeonato de Mortal Kombat 1, que trouxeram reviravoltas no universo competitivo. Na primeira luta, Sangue Frio mostrou resiliência ao superar seu primeiro adversário, virando o jogo em uma emocionante partida que terminou em 2×1. Murilo DBS e Dibre protagonizaram uma das lutas mais impressionantes, com Murilo dominando os rounds e aplicando finishes estratégicos, garantindo sua vitória por 3×1.

Na outra partida, Gui Exceptional brilhou ao vencer Fesogabe, consolidando sua vitória por 3×0 e assegurando seu lugar na final. Sangue Frio, após um atropelo em sua luta contra Murilo Bos, confirmou a posição de favorito ao triunfar por 3×0. A expectativa para a final entre Gui Exceptional e Sangue Frio foi alta, com mais momentos emocionantes e jogadas estratégicas. Na grande final, Sangue Frio e Gui Exceptional fizeram um jogo extremamente competitivo. Mas de forma invicta, Sangue Frio levou o torneio de forma convincente.

Convidados especiais passam pelo Palco Omelete by BB 

A quadrinista francesa Léa Murawiec, de 29 anos, que está pela primeira vez na CCXP e também no Brasil, foi uma das entrevistadas do espaço. Questionada sobre a diferença entre os públicos daqui e seu país de origem, a artista comentou que sente o mesmo sucesso em ambos os lugares, mas  percebe que os brasileiros de fato são muito presentes nas redes sociais. Ela também se impressionou com a grandeza do evento: “É extremamente gigante aqui”, contou. 

Duda Beat participou do quadro ‘Canta que eu te ovo’, junto do grupo de Beat Box, Navox. A artista, que se apresentou pela primeira na CCXP, esteve no espaço do Omelete antes de subir ao Palco Creators. Ela demonstrou que é fã do universo geek, acertando hits de Pantera cor de rosa e Piratas do Caribe.

Já quase encerrando o line-up do segundo dia de CCXP, Sandy e o diretor Pedro Antônio falaram sobre a nova produção “Evidências no amor”, prevista para ser lançada no primeiro semestre de 2024. Além da cantora, o elenco traz também o comediante Fábio Porchat para compor comédia romântica, entrelaçada pelo tempo e pela música “Evidências”. 

Questionada sobre o motivo da canção ter se tornado um grande hit nacional, a artista respondeu: “Ela tem uma letra que é fácil de aprender, ela é romântica, algo que as pessoas se identificam. Um amor meio impossível, meio interrompido, mas tem esse fator extra que é meio mágico”, concluiu.

Dúvidas e solicitações comerciais podem ser enviadas para [email protected]

Serviço CCXP:       

Datas: de 30 de novembro a 3 de dezembro de 2023.         

Local: São Paulo Expo 
Rodovia dos Imigrantes, 1,5KM – São Paulo/SP          

 
Horário de funcionamento do evento:        

SPOILER NIGHT (29/11/2023): das 18h às 21h*      

Quinta-feira (30/11/2023): das 12h às 21h        

Sexta-feira (01/12/2023): das 12h às 21h        

Sábado (02/12/2023): das 11h às 21h        

Domingo (03/12/2023): das 11h às 20h       

*Apenas para imprensa, convidados e clientes que adquiriram as credenciais Epic Experience, Full Experience e Unlock. 

Sobre a CCXP         

A CCXP é o maior festival de cultura pop do mundo. O evento, idealizado e produzido pela Omelete Company, já recebeu mais de 1.5 milhão de pessoas ao longo de todas as edições em São Paulo, uma edição da CCXP Tour em Recife e uma edição internacional da CCXP Cologne, na Alemanha. Com dois eventos digitais, sob o selo de CCXP Worlds, a marca alcançou uma audiência de mais de 7.5 milhões de usuários, distribuídos em 139 países. Com números e recordes próprios, a CCXP vai muito além das estatísticas: é um sentimento. Um lugar de pertencimento e liberdade, proporcionando experiências inesquecíveis para quem vai e impactando positivamente a sociedade. Tudo isso pode ser resumido pela palavra que simboliza a essência do festival: épico.     

Créditos: Diego Padilha/ I Hate Flash

Deixe um comentário

* Ao usar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Categorias
[instagram-feed feed=1]